/
/
O EXEMPLO MISSIONÁRIO DE SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA.

O EXEMPLO MISSIONÁRIO DE SÃO JOSÉ DE ANCHIETA E SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA.

Compartilhar :

São José de Anchieta e Santo Antônio de Pádua são figuras inspiradoras na história da Igreja Católica, cada um com seu próprio legado missionário.

São José de Anchieta, apóstolo do Brasil, foi um padre e missionário da Companhia de Jesus, ele desempenhou um papel crucial na catequização dos povos indígenas no Brasil. Para ensinar e catequizar os nativos, Anchieta aprendeu a língua tupi, dominante no litoral brasileiro no início da colonização. Ele é o autor da primeira gramática escrita sobre este idioma, participou da fundação do colégio jesuíta em São Paulo de Piratininga (hoje São Paulo) e do Rio de Janeiro. Também realizou viagens do Nordeste ao Sul do Brasil. Anchieta escreveu cartas, informações, fragmentos históricos, sermões e peças teatrais. Seu legado literário é rico e relevante para a literatura brasileira.

Em Portugal Santo Antônio de Pádua, ou Santo Antônio de Lisboa, foi um missionário franciscano português e pregador, que viajou por várias regiões da Europa, pregando e convertendo pessoas. É famoso por seus milagres, especialmente na busca por objetos perdidos, sua devoção se espalhou pelo mundo, e ele é invocado como o santo das causas urgentes. Santo Antônio deixou uma série de sermões e escritos que abordam temas como a humildade, a caridade e a busca pela santidade. Nasceu em 13 de setembro de 1191 e morreu com 36 anos, em 13 de junho de 1231, nas vizinhanças de Pádua, Itália. Por isso, é chamado Santo Antônio de Lisboa e Santo Antônio de Pádua, um dos santos mais populares da Igreja, “o santo do mundo todo” chamou Leão XIII.

Ambos os santos nos ensinam a sair de nossas zonas de conforto e ir ao encontro do próximo. Devemos valorizar e respeitar diferentes culturas e tradições. A missão de evangelização e serviço transcende fronteiras geográficas e linguísticas.

 

CUIRIOSIDADES: José de Anchieta foi um padre jesuíta espanhol que ingressou na Companhia de Jesus no Reino de Portugal, ficando ao seu serviço, e um dos fundadores das cidades brasileiras de São Paulo e do Rio de Janeiro. Foi o primeiro dramaturgo, o primeiro gramático e o primeiro poeta nascido nas Ilhas Canárias. Nascimento: 19 de março de 1534, San Cristóbal de La Laguna, Espanha. Falecimento: 9 de junho de 1597, Anchieta, Espírito Santo. Sepultamento: 1597, Palácio Anchieta, Vitória, Espírito Santo. Os restos mortais de Santo Antônio de Pádua repousam desde 1263 na Basílica de Santo António de Pádua, construída em sua memória logo após a sua canonização. Quando a sua tumba foi aberta para iniciar o processo de transladação dos despojos, a sua língua foi encontrada incorrupta, e São Boaventura, presente no ato, disse que o milagre era prova de que sua pregação era inspirada por Deus. Em 1315 as suas relíquias foram transferidas para uma nova capela na basílica. Foi proclamado Doutor da Igreja pelo papa Pio XII em 16 de janeiro de 1946, com o título de Doctor Evangelicus (Doutor Evangélico), e é comemorado no dia 13 de junho (fonte: wikipedia).

 

Sejamos inspirados pelo exemplo desses santos, buscando viver uma fé autêntica e comprometida com o bem do próximo e da criação. 🌿🙏

 

Para ficar por dentro das últimas notícias, eventos e atualizações da nossa catedral, siga-nos em nossas redes sociais. Vamos crescer juntos em fé e comunidade.

  • Fone: (49)35221294 
  • Facebook: Catedral de Joaçaba 
  • Instagram: @catedraldejoaçaba |
  • Site: https://catedraldejoacaba.org.br/
  • Email: [email protected]

Esperamos vê-los online!

Campanha
Reforma da Catedral