/
/
PERDOAR, SERVIR E ESPERAR: REFLEXÕES NA PÁSCOA

PERDOAR, SERVIR E ESPERAR: REFLEXÕES NA PÁSCOA

Compartilhar :

Há dois mil anos, a Páscoa marcou um momento de profunda transformação. Jesus, o Filho de Deus, entregou Sua vida na cruz, carregando os fardos de toda a humanidade, seu sacrifício foi o ápice da história da salvação, onde na Sexta-Feira Santa, a cruz representava dor e redenção, o túmulo vazio no Sábado Santo simbolizava esperança e a ressurreição no Domingo de Páscoa trouxe vida nova e assim a Páscoa proclamava vitória sobre a morte e a promessa de vida eterna.

O ato de perdoar é uma jornada profunda e transformadora de misericórdia, quando Jesus estava pendurado na cruz, Ele proferiu palavras de perdão: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem”. Essa declaração revela a essência do perdão cristão.

Perdoar não é negar a dor ou minimizar a ofensa; é uma escolha consciente de liberar o ressentimento e a amargura. É reconhecer nossa própria humanidade e a imperfeição dos outros. O perdão não é um sinal de fraqueza, mas de força. É um ato de misericórdia que nos liberta do ciclo de mágoa e nos permite experimentar a cura e a paz.

Na Última Ceia, Jesus lavou os pés dos discípulos. Esse gesto humilde nos ensina sobre o serviço desinteressado, hoje, somos chamados a servir uns aos outros, o serviço não é apenas uma ação; é uma atitude de coração, servir é estar atento às necessidades dos outros, compartilhar o pão e a esperança, é seguir o exemplo de Jesus, que se fez servo para nos elevar. O Sábado Santo é um dia de espera confiante, o túmulo vazio nos lembra que a esperança não é passageira; ela é eternal hoje, esperamos a ressurreição em nossas próprias vidas. Esperamos a cura, a reconciliação, a paz. A Páscoa nos convida a esperar com fé, sabendo que a luz brilha nas trevas, a esperança é a âncora da nossa alma.

Hoje a mensagem da Páscoa permanece relevante e nos diz para continuarmos com fé, e assim como os discípulos esperaram pela ressurreição, nós também esperamos, e este tempo não é passageiro é eterno, nossos pecados ainda precisam de redenção, a Páscoa nos convida a arrepender, receber perdão e transformação, Jesus ressuscitado estende sua misericórdia a todos, é quando o amor triunfa sobre a morte, onde o túmulo vazio representa novos começos, a sairmos das nossas próprias tumbas do desespero, vazios, medos ou tristezas, para alcançarmos uma vida abundante e feliz.

Nas palavras de Jesus registradas no Evangelho de João, encontramos uma promessa que transcende o tempo e a mortalidade: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá”. Essa afirmação ecoa através dos séculos, tocando os corações daqueles que buscam significado e esperança. A ressurreição não é apenas um evento histórico; é uma realidade espiritual que se desdobra em nossas vidas diariamente. Aqui estão algumas reflexões: A Ressurreição como Fundamento da Fé: Quando enfrentamos perdas, tristezas ou incertezas, lembramos que a ressurreição é nossa âncora. A vida não termina no túmulo; ela continua em comunhão com Deus. A Vida em Cristo:

São uma jornada de transformação contínua, Ele nos convida a viver plenamente, amar profundamente e servir com generosidade.

Que a promessa de Jesus nos inspire a viver com esperança, a amar com ousadia e a confiar na vida que transcende a morte. Ele é a ressurreição e a vida, e essa verdade nos sustenta em todas as estações da nossa jornada. 🙏🕊

 

Para ficar por dentro das últimas notícias, eventos e atualizações da nossa catedral, siga-nos em nossas redes sociais. Vamos crescer juntos em fé e comunidade.

  • Fone: (49)35221294 
  • Facebook: Catedral de Joaçaba 
  • Instagram: @catedraldejoaçaba |
  • Site: https://catedraldejoacaba.org.br/
  • Email: [email protected]

Esperamos vê-los online!

Campanha
Reforma da Catedral